quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Dica de Livro: História da Indumentária e da Moda - Da Antiguidade aos Dias Atuais

Em agosto fiz o sorteio do livro História da Indumentária e da Moda - Da Antiguidade aos Dias Atuais, de autoria de Bronwyn Cosgrave e publicado pela editora GGBrasil. Pois bem, finalmente terminei de ler o exemplar que a editora me enviou e resolvi fazer uma resenha pra quem estiver interessado na obra.

O livro é grande, tem 24cm x 29cm de medidas, o que dá um ideia do tamanho das ilustrações. Tem 258 páginas em uma capa maleável, ou seja, é bem confortável de segurar pra ler.
Quando se trata de história da moda, fotos e ilustrações são fundamentais pro entendimento do texto e o livro trás imagens bem grandes que o deixam esteticamente muito atraente, além de dar vontade de ficar analisando os detalhes das imagens por vários minutos!

Após um texto introdutório da autora sobre a obra, chega-se ao primeiro capítulo: o Antigo Egito. Desta parte da Antiguidade, temos também capítulos sobre Creta, Grécia, Etrúria, Roma e Bizâncio
A separação dos períodos é feita por ilustrações deste tipo: 



Abaixo, vou ilustrar como se dividem os capítulos utilizando fotos das páginas dos livros.

- Contexto Histórico: como o nome diz, dá uma visão do mundo na época.


- A Mulher: este é um espaço que achei muito interessante. Todos os capítulos tem um texto falando sobre como era a vida das mulheres em cada uma destas sociedades ou períodos históricos. No século XIX há tópicos sobre Joséphine Bonaparte e a Rainha Victoria.



- A Indumentária: é a parte onde explica-se de onde veio cada influência dos trajes (artes, outras culturas ou personalidades), as principais características e a produção industrial da moda.



- Vestuário Feminino


 - Vestuário Masculino
 

- Calçados

 

- Tecidos


- Jóias




- Chapéus e acessórios de cabeça



- Beleza e cuidados com a aparência: é um dos diferenciais deste livro. São poucos os livros de história da moda publicados em português que separam um espaço pra falar dos cuidados com a aparência e do tipo de "cosmético" ou maquiagem usadas. Neste espaço também se inclui os penteados.



























O último capítulo é sobre o século XX e se divide de forma diferente dos anteriores. Tendo tópicos sobre a liberação feminina, estilistas como Coco Chanel e passando pro vestuário moderno dos anos 60 a 80 e finalizando com a moda, arte, cultura pop e celebridades interligadas no fim do século.


Conclusão: O livro é muito bom, de escrita objetiva, sem dificuldade de entendimento das explicações das roupas, muito bem ilustrado. É sucinto na medida certa: não é resumido nem detalhista demais.
Pontos fracos: O século XX é realmente muito resumido, mas considero isso compreensível visto que a maioria dos livros de história da moda preferem focar em até mais ou menos a década de 1970. Este vai até a virada do milênio mas de forma bem resumida mesmo.
Outro ponto fraco é o período do fim do século XVIII e começo do século XIX (Eras Diretório, Império, Regência, Romântica). Tem pouquíssima informação sobre a Era Diretório, e as outras 3 épocas são bem resumidas. 

Meu julgamento final é que vale a pena ter o livro pelo conteúdo, facilidade de leitura e de encontrar os assuntos devido à divisão de tópicos dentro dos capítulos.
Espero que tenham gostado e este é o link pra quem se interessar em adquirir.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOTA AOS LEITORES


Olá, tudo bem?
Fico feliz que tenha chegado até aqui! Infelizmente não consigo responder todos os leitores com devida atenção. Me perguntam sobre livros que uso nos textos estão, eles listados neste link: https://modahistorica.blogspot.com.br/p/livros.html

Alguns textos foram escritos entre 2009 e 2013, num período que eu não anotei as fontes, por isso eles não as tem. Portanto, quem me escreve cobrando as fontes destes artigos, espero que compreendam que não posso colocar uma fonte que não lembro ao certo/exatamente qual foi, indicando algo errado. MAS os livros que uso estão no já citado link - pra quem quiser ir atrás deles. Sei que professores e orientadores lhes cobram fontes e nada melhor que ler livros pra adquiri-las.


A quantidade de emails e comentários é grande e soaria repetitivo e cansativo eu responder isso a um por um dos leitores. Gostaria que essa cobrança que às vezes vem como crítica, ficasse mais amena através da compreensão, pois quando comecei o blog não sabia que se tornaria tão grande e que viraria referência no Brasil.
Agradeço a compreensão (e os elogios ao blog).
Sana ♥